A pulverização aérea de inseticida em centros urbanos

Category:

PORQUE SER CONTRA?

Assista às entrevistas sobre a pulverização aérea de substâncias químicas em centros urbanos, com a finalidade de controlar o mosquito Aedes aegypti.

O pesquisador do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana, Luiz Claúdio Meirelles não concorda com essa modalidade de aplicação de agrotóxico no Brasil. Segundo ele, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) se posicionou completamente contra a proposta, através de um ofício, reforçando que a medida é ineficaz na eliminação de vetores, trazendo elevado perigo à saúde humana e ao meio ambiente”, reforçou Meirelles.

Wanderlei Pignati, doutor em saúde pública, também manifesta-se contrário à medida e expõe as razões para seu posicionamento. “É uma atitude de guerra”, afirma o professor e complementa: “vai ser uma medida bastante ineficaz do ponto de combater o mosquito, mas eficaz para aumentar as doenças respiratórias, doenças neurológicas, doenças imunológicas da nossa população”.

Larissa Bombardi, da USP, aponta risco de “colapso da saúde pública” em entrevista ao programa “De Olho nos Ruralistas”.  Como solução para o problema do mosquito, a professora enfatiza que o saneamento básico é muito mais eficaz e saudável que as medidas bélicas pretendidas pelo governo.

Para votar  contra a emenda, assine aqui: Avaaz: veto a emenda que permite pulverização nas cidades.

Fonte: http://teiaorganica.com.br/blog/porque-ser-contra-a-pulverizacao-area-de-inseticida-em-centros-urbanos/

 

TAGS: